Reabertura do centro de dia da cidade dos espargos

O Presidente da Câmara Municipal do Sal, Jorge Figueiredo, e o Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde, Mário Luis Moreira, rubricaram, ontem, 27 de Março, o protocolo de colaboração e de parceria, que viabiliza o funcionamento do Cento Dia de Idosos da cidade dos Espargos. O objectivo das instituições é garantir aos idosos um espaço de acolhimento, convívio e permanência digno, nos dias úteis da semana.

Nos termos do protocolo rubricado, a Cruz Vermelha de Cabo Verde obriga-se a disponibilizar o espaço físico para funcionamento do Centro de Dia, a garantir a logística e a manutenção das instalações, transporte aos idosos com dificuldades motoras, garantir, em parceria com as estruturas de saúde locais, os cuidados de saúde física e psicológica e a assistência medicamentosa. A Câmara Municipal do Sal compromete-se a disponibilizar uma técnica com formação na área social para assegurar o funcionamento e animação do Centro e uma cozinheira para preparar diariamente as refeições, pois é responsabilidade da autarquia proporcionar uma refeição quente diária, de segunda a sexta-feira, aos idosos acolhidos no Centro. Ambas as instituições participarão no planeamento das actividades do Centro de Dia de Idosos da Cidade dos Espargos.

O Centro Dia de Idosos reabre as portas na próxima segunda-feira, 31 de Março, acolhendo 25 idosos que vão usufruir de cuidados e apoios especiais, contribuindo para o seu bem-estar físico, psicológico e nutricional, além de participarem de várias actividades de animação e convívio, que, de um modo geral, traduzem o reconhecimento e dignificação de uma camada que outrora contribuiu no processo de desenvolvimento do país.

“Este protocolo de parceria entre a Câmara Municipal e a Cruz Vermelha, que relança o funcionamento deste Centro de Dia, não passa do esforço consciente de proteger e dignificar a vida de um grupo de idosos”, enfatizou o Presidente da Cruz Vermelha de Cabo Verde, Mário Luís Moreira, reconhecendo, no entanto, que o “ equipamento não cobre todas as necessidades dos idosos da ilha “, mas promove mais justiça social. “Estamos convictos que Cabo Verde com mais este gesto ficou mais rico e com maior justiça social. A luta pela dignidade humana, pelo equilíbrio social e pelo bem-estar da classe mais vulnerável é de todos nós”, sublinhou Mário Luis Moreia.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal do Sal, Jorge Figueiredo, manifestou o seu profundo respeito e consideração aos idosos pelo rico contributo que estes deram ao país, sendo merecedores de espaços como o Centro de Dia, onde poderão conviver com pessoas da mesma idade e com gerações mais nova e desfrutar de horas de lazer e alegria. “ Uma pessoa que não respeita um idoso, não respeita a sua própria cabeça” frisou, Jorge Figueiredo. Com a reactivação do Centro de apoio aos idosos, o edil salense espera que outras entidades, empresas privadas e a sociedade civil se comovam e assumem seu papel e o compromisso social, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos idosos salenses. O autarca enumerou, no acto, algumas actividades que a edilidade tem vindo a desenvolver em prol do bem-estar dos idosos na ilha designadamente: ginástica, aulas de iniciação à informática, comemoração de dia da Terceira idade, entre outras actividades.

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.