RIBEIRA GRANDE DE SANTIAGO: 2019 SERÁ “ANO CHARNEIRA” NA CONCRETIZAÇÃO DE GRANDES PROJETOS, DIZ EDIL

 

  

O edil da Ribeira Grande de Santiago disse esta quinta-feira, 31, que 2019 é o “ano charneira” que permitirá relevar tudo o que foi feito até a presente data e impulsionar novo ritmo para município na concretização de grandes projectos.

  

Manuel de Pina fez estas declarações no acto solene do dia do município de Ribeira Grande de Santiago, tendo durante a sua intervenção destacado os ganhos alcançados nos últimos anos e os desafios ainda a serem ultrapassados.

“Os estragos do furação ainda são evidentes na orla marítima, são exemplos ainda como as adversidades são constantes. Iremos enfrentar os efeitos dessa intempérie recuperando a nossa orla marítima e demonstrar, de forma cabal, tal como a fénix, temos a arte de recuperarmos das cinzas ou do fundo do mar”, declarou, frisando por outro lado, que o mau ano agrícola foi também nefasto para as pretensões dos produtores locais.

De acordo com o autarca, foi possível dotar o município de “notável abastecimento domiciliário” de água, que passou de 7 por cento (%) de habitações municipais com ligação domiciliária no ano de 2008 para, neste momento, apenas a localidade agrícola de Pico Leão aguardar a total contemplação deste benefício.

Em termos de electrificação, realçou que hoje quase 100% do município coberto, com a recém cobertura das zonas altas, nomeadamente Belém, Tronco e Pico Leão, assim como dos empreendimentos turísticos da Cidade Velha, sublinhando que no âmbito da saúde pública e ambiental prosseguiu a construção de pocilgas, primeiramente na Cidade Velha, Salineiro e São Martinho Grande.

Em termos desportivos, adiantou, em breve surgirá o polidesportivo na Cidade Velha, que todos poderão usufruir para uma sã prática, assim como o confirmado primeiro campo relvado municipal, com localização em São Martinho Grande, prometendo, de igual modo, a construção de placas desportivas, de modo que cada localidade tenha a sua placa.

Segundo o edil da Cidade Velha, a educação continua a ser uma das prioridades da autarquia, lembrando que a câmara tem vindo a intervir na reabilitação de escolas que apresentavam elevado estado de degradação, assim como na reorganização do Liceu de Salineiro.

No domínio da habitação, ajuntou, foram construídas e reabilitadas cerca de 15 moradias em Pico Leão, Santana e São João Baptista e várias famílias receberam apoios com materiais de construção, ressalvando que a manutenção e requalificação das estradas municipais e caminhos vicinais é uma “realidade imperturbável, com ganhos visíveis”.

Manuel de Pina mostrou-se esperançoso de que os próximos dois anos serão ainda mais frutuosos para a Ribeira Grande de Santiago, cujas sementes, segundo ele, foram lançadas à terra e, agora, estão a dar os seus frutos.

FONTE: CM/CP

Inforpress/Fim

 

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.