José Pinto Almeida diz estar disposto a sacrificar obras municipais  para ajudar criadores e agricultores atingidos pela seca

A Câmara Municipal da Boavista reforçou os apoios aos agricultores e criadores de  gado no orçamento da autarquia para 2015.

A Edilidade da ilha diz mesmo que está disposto a sacrificar algumas obras municipais em curso para ajudar os homens que trabalham a terra e os produtores de gado da Boavista que estão a passar sérias dificuldades.

A pouca chuva que caiu este fim-de-semana não deu para nada e a situação continua critica sobretudo no norte, na veia agrícola e de pecuária do município. Os lençóis freáticos estão em baixo e há escassez generalizada de pasto.

Cenário de seca que leva a autarquia boavistense a duplicar as verbas no orçamento municipal para 2015, aprovado em sessão ordinária da Assembleia Municipal na semana passada.

Do orçamento total para 2015 de 543 mil contos, a Câmara canaliza mais de 7. 500 contos para apoiar agricultores, criadores de gado e pescadores, para além de verbas para a conclusão de centro turístico e agro-pecuário do norte.

No imediato, a Edilidade projecta a construção de bebedouros e a disponibilidade de ração.

MCSA - RCV

 

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.