Festival de Tabanka marca fim-de-semana na Ribeira Grande de Santiago

O município de Ribeira Grande de Santiago realiza este fim-de-semana, na Cidade Velha e no Salineiro, o Festival de Tabanka com intuito de inculcar essa celebração no espírito dos munícipes.

De acordo com uma nota daquela edilidade, essa iniciativa tem, igualmente, o objectivo de revitalizar esse hábito escravocrata e característico da ilha de Santiago.O evento aposta-se ainda na revitalização das tradições, alancadas ao interesse turístico que proporciona a “tabanka” como uma musicalidade genuinamente cabo-verdiana. Paralelamente ao festival, realiza-se, hoje, uma conferência sobre a origem dos escravos, visando a revitalização da génese cabo-verdiana juntada ao interesse turístico.

Porta-bandeiras, comandantes, baianas, padres,   irmãs, cativos, pombas, corvos, enfermeiras, médicos, ladrões, burros, mandonas, filhas do santo, são as configurações que vão estar presente neste festival. A “tabanka” caracteriza-se por um andamento  alegre e  compasso  tradicionalmente composto por ritmos e cantos. A sua forma estrutura-se no canto-resposta (tipo diálogo)   em que o cantar principal entoa versos seguidos de tons repetidos em uma só voz.

O acompanhamento rítmico é executado em tambores e em outros instrumentos tais como apitos e búzios. Tabanka de Chã de Tanque, no Município de Santa Catarina, de Achada Grande e de Achada de Santo António, na Praia,   são as mais conhecidas no cenário folclórico cabo-verdiano. Fonte – Sapo

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.