FAO financia, um projeto no quadro dos fundos do Programa de Cooperação Técnica

A FAO, financiou no quadro dos fundos do Programa de Cooperação Técnica PCT- Facility um projecto, que entrará imediatamente em execução.

O Projecto intitulado TCP/CVI/3501 abrange 3 diferentes componentes uma primeira que concerne na -“Assistência Técnica para a elaboração de um Plano estratégico de Investigação Agrária em Cabo Verde”; a segunda refere a “Assistência Técnica para a execução de um Programa de recuperação e de valorização do Café de Cabo Verde”; e a terceira diz respeito a “Assistência Técnica para a elaboração de um Plano Estratégico de Apoio e Aconselhamento Rural.

O projecto surge como resposta a um pedido do Governo, através do Ministério do Desenvolvimento Rural, que solicitou uma assistência técnica e financeira da FAO para o apoiar nas áreas acima referidas.

Orçado em 172.982 dólares Americanos, e com uma duração de 8 meses, a FAO irá assessorar o Governo na execução das três componentes do projecto acima referidas, que terão os seguintes objectivos:

               Componente 1 -“Assistência Técnica para a elaboração de um Plano Estratégico de Investigação Agrária em Cabo Verde”. O objectivo é o desenvolvimento de um Plano Estratégico para a Investigação Agrária, que atenda aos novos desafios estratégicos no desenvolvimento do sector agrário movendo-se para o aumento da produção e do agronegócio. Será produzido, para o INIDA, um documento que estabeleçe as directrizes para a investigação agrícola, visando enfrentar novos desafios estratégicos no desenvolvimento do sector agrário para o crescimento da produção e da produtividade, e a melhoria da qualidade das indústrias agrícolas e da gestão sustentável dos recursos naturais no contexto das mudanças climáticas.

Os resultados preconizados são: Um Plano Estratégico para a Investigação Agrária para o horizonte 2014-2021 com base num amplo consenso de todos os intervenientes no sistema de inovação agrícola é elaborado; um Plano de Acção para a Investigação Agrária para os próximos quatro anos (2014-2017), contendo propostas de projectos estratégicos para a implementação do plano é apresentado; um modelo para o seguimento e a avaliação da implementação do plano é estabelecido; e os perfis dos pesquisadores e técnicos necessários para a implementação do Plano são definidos.

 

               Componente 2 -“Assistência Técnica para a execução de um Programa de recuperação e valorização do Café de Cabo Verde”. O objetivo geral do projeto é de reabilitar as antigas plantações de café e fortalecer a capacidade técnica dos produtores e dos técnicos para a produção, comercialização e exportação de Café de Cabo Verde. Os objetivos específicos são: obter um aumento da rentabilidade do produto pela organização e aumento da produtividade, melhorar as práticas de gestão dos recursos naturais e gerar renda, divisas e empregos; organizar associações de produtores e facilitar a transferência de conhecimentos e tecnologias, bem como o seu poder de representação; assegurar e monitorar a qualidade e origem por meio da certificação; promover a ligação entre os vários operadores na cadeia de valor, para facilitar as negociações e fortalecer o empreendedorismo rural.

 

O principal resultado preconizado é uma base de dados de produções previstas na proposta de "Programa de Valorização do café em Cabo Verde", e obtida através duma participação colectiva.

 

               Componente 3 -“Assistência Técnica para a elaboração de um Plano Estratégico de Apoio Aconselhamento Rural. O objectivo é dotar o Ministério do Desenvolvimento Rural MDR) e os atores envolvidos de sistemas de inovação agrícola, de um instrumento de orientação estratégica a médio e longo prazo na área de aconselhamento rural que atenda aos novos desafios do desenvolvimento agrícola e rural, nomeadamente na modernização agrícola, na profissionalização dos produtores, e na luta contra a pobreza e a insegurança alimentar.

 

O Plano estratégico de apoio e aconselhamento será elaborado para inscrever-se no PNIA, no qual se prevê alcançar uma taxa de crescimento agrícola anual em média de 6% em 2015.

A implementação do Plano Estratégico será realizada através de dois planos operacionais de cinco anos cada. O mecanismo de seguimento e avaliação será harmonizado, tanto quanto possível com o PNIA.

Os resultados preconzados são: o desenvolvimento de uma visão comum do futuro sistema de apoio e aconselhamento com os principais actores do conselho rural (serviços públicos, organizações de produtores, ONGs, empresas privadas, etc.), com base numa análise conjunta dos pontos fortes e fracos, e dos desafios; a formulação de uma proposta de sistema unificado de apoio aconselhamento à demanda, orientado para o mercado e o seu papel no sistema de inovação, e a definição dos mecanismos de coordenação e de colaboração; a disponibilização de um plano estratégico de apoio e aconselhamento para o período 2014-2024, elaborado com base numa abordagem à demanda, participativa.

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.