FAMSI (EL FONDO ANDALUZ DE MUNICIPALIDADES Y SOLIDARIDAD INTERNACIONAL)

 ANMCV (ASSOCIAÇÃO NACIONAL MUNICÍPIOS CABOVERDIANOS)

DIPUTACIÓN DE JAÉN

JUNTA DE ANDULUZIA (PROGRAMA DE COOPERACION INTERNACIOL)

                                            

  

REQUISITOS TÉCNICOS

 

 

 

REDESIGN E MELHORIA DO WEB SITE DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS CABOVERDIANOS, ANMCV

1.OBJETO

O objetivo destas Especificações Técnicas é estabelecer as condições que irão reger o procedimento de contratação de uma empresa ou consultor profissional especializado em redesenho, desenvolvimento e implementação do site que serve de portal da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde, ANMCV. Incluindo nela capacidade técnica para albergar uma plataforma que permita a formação contínua (tele training) dos municípios cabo-verdianos.

 Esta é uma das atividades a realizar no âmbito do projeto "Fortalecimento da descentralização e associações de municípios em Marrocos, Cabo Verde e África Subsaariana", financiado pelo acordo da Agência andaluza para a Cooperação Internacional para o Desenvolvimento, 2017, bem como pelo Diputación de Jaén e outros parceiros da FAMSI.

 Especificamente, o projeto tem dois resultados em Cabo Verde, onde a ANMCV é a entidade homóloga local.

Este concurso está relacionado com o Resultado 2 "Melhor capacidade técnica e operacional da Associação dos Municípios de Cabo Verde" e atividades:

A1 R2 Redesenho de um portal de referência da associação de municípios, incluindo capacidade técnica de formação contínua dos municípios cabo-verdianos

A2 R2 Divulgar o portal / web entre os municípios cabo-verdianos

A3 R2 Provisão de pessoal treinado para o gerenciamento do portal

Com estas atividades pretende-se:

a) Facilitar o funcionamento do site (usefriendly) e melhorar a sua estética, para que seja mais atraente para os usuários e tenha um design adaptativo (responsivo).

b) Transforme a web em uma plataforma de conteúdo (que irá compilar todas as informações interessantes para os municípios: legislação, manuais, informações dos territórios, dados, etc.), adicionando as seções que faltam.

c) Crie e alimente uma seção específica dentro do site da ANMCV dedicado ao treinamento online

d) Treinar e treinar um técnico da ANMCV na manutenção e gerenciamento do site

Todos estes são conteúdos que, em geral, são objeto deste concurso.

 O beneficiário deve cumprir todas as estipulações contidas nestas Especificações Técnicas e o restante dos documentos contratuais na execução do serviço.

O preço do serviço é de 9.000 euros, taxas e impostos incluídos

2. ANTECEDENTES

O FAMSI é uma organização sem fins lucrativos que reúne cerca de 150 instituições, incluindo municípios, conselhos provinciais, associações, universidades, empresas públicas e outros. Criada há 15 anos, a FAMSI realiza, entre outras, tarefas de cooperação internacional para o desenvolvimento, estando presente em diferentes países da América Latina e África e de comunicação, conscientização e educação para o desenvolvimento.

 O projeto "Fortalecimento da descentralização e associações municipais em Marrocos, Cabo Verde e África subsaariana" em seus componentes para Cabo Verde, FAMSI pretende contribuir para o fortalecimento institucional da Associação Nacional dos Municípios e armários técnicos municipal cabo-verdianos os 22 municípios caboverdianos e três gabinetes técnicos inter-municipais, especificamente os de Santiago, Santo Antão e Fogo-Brava.

 Este apoio é feito através de diversas atividades, com componentes de formação, intercâmbios técnicos da Andaluzia para Cabo Verde e estudo estágios de Cabo Verde para Andaluzia, bem como o fornecimento de insumos e equipamentos e comissionamento do web site atualizado e capacidade de servir como plataforma de comunicação, informação e treinamento.

3. OFERTA TÉCNICA: O PROJETO

A oferta técnica dos licitantes deve ser apresentada na forma de um projeto.

 Cada função, dentro deste projeto, deve ser perfeitamente identificada e atribuída a uma pessoa responsável por executá-la.

As ofertas devem conter um Plano de Projeto completo, que incluirá uma metodologia de trabalho que permita validar seu correto desenvolvimento durante a execução do contrato, por meio dos elementos de controle apropriados, que são descritos.

O projeto deve prever a existência de ambientes de produção e teste que permitam verificar o correto funcionamento do sistema sem afetar o serviço.

 O produto final deve incluir um gerenciador de conteúdo que permita aos usuários gerenciar o conteúdo e a estrutura do site, salvaguardando e integrando as informações geradas até o momento.

O projeto deve preencher os requisitos nas seções a seguir:

1) Descrição e metodologia do projeto:

- Especificações do gerenciador de conteúdo que deve ser usado, com uma descrição detalhada das vantagens da ferramenta.

 - Tenha uma interface intuitiva inicial, organizada e estruturada do ponto de vista do usuário. O objetivo é oferecer uma experiência única, oferecendo diferentes serviços e conteúdos de acordo com suas características, bem como o uso que fazem dos serviços.

 2) Recursos humanos.

- O número de horas dedicadas a realizar o trabalho será detalhado.

- Um detalhe das metodologias de trabalho a serem utilizadas no desenvolvimento do portal será incluído.

3) cronograma.

Um cronograma detalhado será incluído em todas as atividades relacionadas a este trabalho.

4) Produtos lógicos (software) a serem usados.

- Esta seção incluirá a lista de produtos lógicos a serem usados no desenvolvimento, visualização e manutenção da web. Para cada produto, sua funcionalidade e, quando apropriado, o custo da licença para uso, pagamento único ou periódico, e a declaração expressa de que o preço dessas licenças está ou não incluído na oferta econômica apresentada por o licitante

O funcionamento da ferramenta que permite ao usuário atualizar o conteúdo da web será desenvolvido.

- Além disso, o compromisso de entregar a documentação complementar dos produtos será adicionado.

- Manutenção: proposta de notificação e gerenciamento de incidentes. Incluindo ANS (Service Level Agreements) para incidentes urgentes, graves e menores.

 - Garantia: tempo e gestão

 5) plataforma de treinamento.

- Implementação tomada formação portal como modelos existentes de referência na Andaluzia (como pode treinamento plataformas FAMP da IAAP, o "aulasolidaria" FAMSI e / ou outras plataformas semelhantes podem usar plataformas de terceiros como Moodle.

 6) estatísticas de acesso.

- A solução fornecida para o conhecimento e acompanhamento dos acessos, visitas e permanência dos usuários nas diferentes seções da web será detalhada.

-Medição do tráfego da web. O portal será integrado a alguma ferramenta de análise da web por meio da inclusão de códigos de rastreamento. Da mesma forma, será implementada uma ferramenta que também permite a medição do tráfego através de logs (awstats ou similares).

 

 

7) motores de busca.

 - A solução fornecida para mecanismos de pesquisa de conteúdo na Web será detalhada.

8) Valor adicionado.

- A solução fornecida para mecanismos de pesquisa de conteúdo na Web será detalhada. - 

-Serão especificadas as funcionalidades do site não descritas nestas especificações com as quais o licitante deseja melhorar sua oferta, descrevendo as melhorias que oferece em relação aos requisitos técnicos ou de execução, garantia ou manutenção contidos neste documento.

 9) Experiência em trabalhos semelhantes.

- As ofertas podem ser enviadas acompanhadas de amostras de trabalhos similares realizados anteriormente e referências comerciais da empresa contratante. Neste caso, será feita referência a eles nesta seção do projeto.

 10) Treinamento. –

Compromisso do proponente em relação à formação de um técnico cabo-verdiano e assistência durante 1 ano na gestão do gestor de conteúdos do portal

11) Guia para o gerenciador de conteúdo.

 - Compromisso do licitante em entregar um guia digitalizado ou manual do funcionamento do gerenciador de conteúdo, tanto no nível do usuário quanto do administrador.

4. TRABALHO PARA DESENVOLVER

O contrato, que será executado de acordo com o projecto apresentado pelo contratante, serão, em qualquer caso, serviços de consultoria para definir a estrutura final da web, o layout da página e integração da estrutura na plataforma de gestão e introdução de conteúdos, para a saída do portal em condições ótimas.

Será desenvolvido nas seguintes fases:

Fase 1: Determinação da estrutura da web

• Definição da arquitetura de conteúdo com base na proposta básica indicada.

• Desenvolvimento gráfico dos diferentes modelos de portal.

• Configuração de gerenciamento de conteúdo na plataforma escolhida para desenvolver o projeto.

• Configuração do gerenciamento de navegação na plataforma escolhida para desenvolver o projeto.

 • Desenvolvimento das funcionalidades e modelos identificados, o que permitirá, entre outras coisas, a incorporação na web de galerias de fotos de alta qualidade ou vídeos relacionados ao conteúdo das diferentes seções, bem como mapas de localização.

 • Implementação e configuração da plataforma.

• Testes funcionais e de desempenho da plataforma.

• Start-up do novo portal institucional.

• Configuração da plataforma escolhida para treinamento.

Fase 2: Design do portal da Web

 • O design e a construção do portal da web devem ser feitos respeitando a identidade visual da entidade.

• O site garantirá o máximo de usabilidade e acessibilidade total de todo o seu conteúdo, portanto, o projeto final deve estar em conformidade com as diretrizes de acessibilidade detalhadas nestes Termos e Condições.

• O portal deve poder ser visualizado corretamente com os navegadores mais usados (IExplorer, Firefox, Chrome, Opera, Safari, etc ...) em suas versões mais recentes. As informações contidas no portal da web devem estar acessíveis independentemente da tecnologia utilizada pelo usuário (computador, PDA, telefone, etc ...). O design do portal será feito para uma resolução de 1024x768.

• O site terá os utilitários e sistemas de indexação necessários nos mecanismos de busca da web para melhorar sua disseminação.

• O Content Manager permitirá que um usuário não especialista adicione, exclua e modifique o conteúdo e a estrutura do site. Essas opções devem permitir a definição de perfis de usuário com diferentes níveis de acesso.

• Da mesma forma, o gerente permitirá a opção de carregar documentos, arquivos multimídia, imagens de alta qualidade, bancos de dados, etc. para o servidor, e que eles podem ser vinculados ao conteúdo da Web ou estar disponíveis em um repertório de documentos na Web.

• Posicionamento SEO: Incorporação de aspectos relacionados ao SEO interno, facilitando a indexação de conteúdo através da entrada de metadados, URLs-bonitos e a capacidade de redirecionar URLs atuais. Da mesma forma, o arquivo sitemap.xml será criado automaticamente.

Fase 3: Desenvolvimento e implementação do portal web

• Gerenciador de conteúdo (CMS): essa ferramenta lógica permitirá que os gerentes de manutenção do portal gerenciem seu conteúdo e estrutura da web.

 - Permitirá que um usuário não experiente adicione, exclua e modifique o conteúdo e a estrutura do site, ou parte dele, dependendo de seus privilégios como usuário, conforme especificado anteriormente.

 - Gerenciamento de conteúdo baseado em estruturas, tipologias e relacionamentos. - Gerenciamento de usuários e suas permissões dentro do CMS.

- Possibilidade de upload de vídeos em streaming para uma seção de vídeos que também terá seu espaço na primeira página do site.

 - Redes sociais e distribuição de conteúdo. Este portal deve incorporar recursos que permitam compartilhar as informações do ambiente nas redes sociais, adicionando botões e outras opções para compartilhar conteúdo como "eu gosto", "twittar", enviar para um amigo ...

- -Mobilidade: Será necessário desenvolver uma versão acessível do portal para dispositivos móveis em que os serviços mais destacados se destacam. Esta versão será baseada em um design web adaptativo (Responsive Web Design).

• Ambientes de produção e teste do modelo para verificar o correto funcionamento do sistema sem afetar o serviço.

O contratante será responsável pela conclusão e documentação exaustiva dos testes de todos os módulos e funcionalidades do sistema, e deve executar pelo menos:

- Testes unitários.

- testes de integração.

 - testes de carga e estresse.

 - Testes de desempenho (velocidade de carregamento).

 

• Introdução de conteúdos: Introdução dos conteúdos que a ANMCV fornece ao premiado, para a saída inicial do site.

 • Idioma: a web deve estar disponível em português

• Treinamento para que os usuários mantenham e atualizem o conteúdo da web com base nos diferentes níveis de acesso.

5. SEGURANÇA E CONFIDENCIALIDADE

A empresa ou pessoa adjudicada ao contrato estará expressamente obrigada a executar o contrato sob estrita confidencialidade e reserva nos documentos e conteúdos a que tenha acesso para o desenvolvimento das obras.

Da mesma forma, o premiado será obrigado a cumprir a legislação atual sobre a proteção de dados pessoais em tudo o que for aplicável a este contrato, e deve garantir a conformidade com este regulamento em todos os desenvolvimentos de informática.

6. PROPRIEDADE INTELECTUAL

A empresa vencedora expressamente renuncia a qualquer direito sobre o trabalho realizado como resultado da execução deste contrato pode corresponder, como eles pertencem exclusivamente à ANMCV, e não pode fazer uso ou divulgação de documentos ou produtos feitos, total ou parcialmente .

7. PERÍODOS DE EXECUÇÃO E GARANTIA:

O prazo máximo de execução do objeto de contrato em suas diferentes fases ao qual é aludido nestes Termos e Condições é estabelecido em 3 meses computável a partir da formalização do contrato.

 O premiado garantirá a manutenção e resolução de problemas de programação por um período de tempo não inferior a 24 meses da recepção definitiva do serviço.

A garantia incluirá necessariamente:

• posicionamento do motor de busca

 • Acessibilidade, usabilidade e navegabilidade do site.

• Corrigir a operação e atualizações de todas as ferramentas utilizadas.

• O pagamento de software ou ferramentas proprietárias, se houver.

 

 

Projeto: Fortalecimento da descentralização e das associações de municípios em Marrocos, Cabo Verde e na África Subsaariana

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.