9 anos de jornada pelo desenvolvimento

Apesar das dificuldades, a esperança parece dominar o futuro do município que se prepara para encerrar, no próximo ano, uma década de autonomia administrativa. A sessão solene deste sábado é presidida por Antero Veiga, o ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, ao início da noite, no centro Cultural Paulino Vieira.

O Tarrafal de São Nicolau celebrou no dia, 2 de Agosto, precisamente nove anos da elevação a município, uma data que, ao início da noite de hoje, tem o seu ponto alto no Centro Cultural Paulino Vieira, com uma sessão solene presidida pelo ministro do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga.

A sessão solene realizou-se a partir das 19 horas, seguindo-se às 20h30, no largo do Cimentinho, uma noite cultural animada pela Banda Municipal do Sal e pela Batucada Copa Cabana.

Antecedendo o ato solene, o edil do Tarrafal, José Freitas de Brito, subscreveu um protocolo de cooperação com a Câmara Municipal da Boa Vista, representada pelo seu presidente, José Pinto Almeida. E o edil de São Vicente, Augusto Neves, procedeu com a entrega de um carro para recolha de lixo para reforçar os serviços de saneamento da autarquia tarrafalense.

As festividades do município estão marcadas por um vasto programa que vai desde atividades culturais e desportivas, a visitas ao interior do município e inaugurações. Os sistemas de água ao domicílio de Hortelã e Ribeira Prata foram inaugurados este domingo, 3, o dia em que aconteceu uma prova de atletismo de 14 quilómetros.

Para hoje, 4 de Agosto estão ainda previstas as inaugurações da Delegação Municipal de praia Branca, com a presença de Antero Veiga, e da requalificada Praça dos Pescadores, em Compedrada. Para 14 de Agosto estão agendados dois momentos altos: a realização do II Encontro Municipal de Emigrantes e o início de Festival de Praia d’Tedja, que se prolonga até ao dia seguinte.

Município marcado por grandes dificuldades, desde logo os elevados níveis de desemprego juvenil, mas também por uma dívida municipal que tem vindo a impedir voos mais altos, e o isolamento a que São Nicolau tem sido votado, o Tarrafal, mesmo assim, tem registado avanços assinaláveis que lhe permitem encarar o futuro com grande esperança.

Criado formalmente no ano de 2005, altura em que foi desanexado do antigo município de São Nicolau, cuja ilha passou também a contar com o concelho da Ribeira Brava, o Tarrafal possui, segundo dados dos Censos de 2010 (os últimos realizados em Cabo Verde), uma população à volta de 5.300 habitantes, com pouco mais de 70 por cento (%) da população residente na área urbana. A agricultura, a pesca, o comércio e os serviços constituem os principais setores de atividade da população ativa.

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.