185 ANOS DO MUNICÍPIO DE SANTA CATARINA COMEMORADOS E M GRANDE

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTA CATARINA DE SANTIAGO

GABINETE DE COMUNICAÇÃO E IMAGEM

 

Prezado/a Jornalista

O 185º Aniversário do Município de Santa Catarina, criado em 1834, vai ser comemorado em grande. Recheadas agendas Cultural e Desportiva compõem a programação deste ano das comemorações do 25 de Novembro.

O momento mais alto é, como vem sendo tradição, o Festival Nha Santa Catarina, nos dias 22 e 23, com a presença já confirmada de grandes músicos. Ki-Many Marley, Dodje, Fidjus do Codé di Dona, Moura, Trakinuz, Garry, Lejemea, Mika Mendes, Soaria Ramos, Tony Fika, Tubarões e Gilson Furtado, são os nomes já avançados pela organização. Mas, nos próximos dias, outros grandes nomes da música irão ser anunciados.

Organizado pela Câmara Municipal, o Festival Nha Santa Catarina conta com a produção da JM Produções & Eventos e, seguramente, tudo aponta para que seja o maior festival de sempre. Pela primeira vez, o evento vai ter como palco o Estádio de Cumbém, que está a ser sujeito a intervenções para garantir ao público as melhores condições de conforto.

Forte agenda cultural

Para além do Festival Nha Santa Catarina, a agenda cultural regista o Desfile de Moda Inclusiva, na Praça Central; o Festival da Tabanca, na Zona Pedonal; o Mini-Festival Nha Santa Catarina, em Cruz Grande; a Exposição de Arte Linear e Geometria Artística, no Centro Cultural Norberto Tavares; a Feira de Artesanato e Gastronomia, na Praça Central e Espaço do Artesão; o Festival de Hip-Hop, em São Bento; o Mini-Festival de Santo André, em Telhal, Engenhos, para além de vários lançamentos de livros.

Forte agenda desportiva

No desporto, a agenda é também diversificada. Está a decorrer o Torneio de Futebol de 11, no Estádio de Cumbém; o Torneio de Futsal Masculino e Feminino, no Polivalente Olívio Semedo (Mariana), mas também o Torneio de Andebol no mesmo espaço; a Zona Pedonal vai ser palco de uma Mostra Paralímpica, mas também de uma exibição de Karaté; e, no Atletismo, uma prova de resistência (no percurso Chã de Tanque-Assomada) e uma prova de velocidade, na Zona Pedonal, marcam as festividades no plano desportivo.

Um concelho com história

Concelho rural, Santa Catarina tem uma superfície de 243 km², com 86 por cento (%) da população a residir em zonas rurais, dedicando-se fundamentalmente à agricultura, de sequeiro, à criação de gado, à avicultura, à pesca e ao comércio retalhista.

Terra de gente insubmissa, Santa Catarina foi marcada por três grandes revoltas, a saber: dos Engenhos (1822), de Fonteana (1835) e de Ribeirão Manuel (1910), registando ainda várias petições de cidadãos dirigidas ao então Ministério do Ultramar do Colonial-fascismo português, em 1945, 1962 e 1970. Jovens e estudantes do concelho estiveram sempre na vanguarda das grandes causas, seja na luta pela independência nacional, ora na luta pela liberdade e democracia.

Santa Catarina é, ainda, a terra de Norberto Tavares, uma das maiores referências da música caboverdiana, e de António Mascarenhas Monteiro, o segundo Presidente da República de Cabo Verde (o primeiro eleito democraticamente).

Durante vários anos votado ao esquecimento pelos poderes públicos, particularmente pelo poder central, Santa Catarina regista atualmente um forte processo de progresso e de desenvolvimento, com a requalificação de Assomada e de várias localidades do concelho, seja no domínio do desencravamento, da eletrificação, da recuperação de habitações e na mobilização de recursos para a área social. 

 

-- 

 

Com as melhores saudações,

António Alte Pinho

(+238) 921 35 17 | (+238) 938 45 59

 

 

Prezado/a Jornalista

O 185º Aniversário do Município de Santa Catarina, criado em 1834, vai ser comemorado em grande. Recheadas agendas Cultural e Desportiva compõem a programação deste ano das comemorações do 25 de Novembro.

O momento mais alto é, como vem sendo tradição, o Festival Nha Santa Catarina, nos dias 22 e 23, com a presença já confirmada de grandes músicos. Ki-Many Marley, Djodje, Fidjus do Codé di Dona, Moura, Trakinuz, Garry, Lejemea, Mika Mendes, Soraia Ramos, Tony Fika, Tubarões e Gilson Furtado, são os nomes já avançados pela organização. Mas, nos próximos dias, outros grandes nomes da música irão ser anunciados.

Organizado pela Câmara Municipal, o Festival Nha Santa Catarina conta com a produção da JM Produções & Eventos e, seguramente, tudo aponta para que seja o maior festival de sempre. Pela primeira vez, o evento vai ter como palco o Estádio de Cumbém, que está a ser sujeito a intervenções para garantir ao público as melhores condições de conforto.

Forte agenda cultural

Para além do Festival Nha Santa Catarina, a agenda cultural regista o Desfile de Moda Inclusiva, na Praça Central; o Festival da Tabanca, na Zona Pedonal; o Mini-Festival Nha Santa Catarina, em Cruz Grande; a Exposição de Arte Linear e Geometria Artística, no Centro Cultural Norberto Tavares; a Feira de Artesanato e Gastronomia, na Praça Central e Espaço do Artesão; o Festival de Hip-Hop, em São Bento; o Mini-Festival de Santo André, em Telhal, Engenhos, para além de vários lançamentos de livros.

Forte agenda desportiva

No desporto, a agenda é também diversificada. Está a decorrer o Torneio de Futebol de 11, no Estádio de Cumbém; o Torneio de Futsal Masculino e Feminino, no Polivalente Olívio Semedo (Mariana), mas também o Torneio de Andebol no mesmo espaço; a Zona Pedonal vai ser palco de uma Mostra Paralímpica, mas também de uma exibição de Karaté; e, no Atletismo, uma prova de resistência (no percurso Chã de Tanque-Assomada) e uma prova de velocidade, na Zona Pedonal, marcam as festividades no plano desportivo.

Um concelho com história

Concelho rural, Santa Catarina tem uma superfície de 243 km², com 86 por cento (%) da população a residir em zonas rurais, dedicando-se fundamentalmente à agricultura, de sequeiro, à criação de gado, à avicultura, à pesca e ao comércio retalhista.

Terra de gente insubmissa, Santa Catarina foi marcada por três grandes revoltas, a saber: dos Engenhos (1822), de Fonteana (1835) e de Ribeirão Manuel (1910), registando ainda várias petições de cidadãos dirigidas ao então Ministério do Ultramar do Colonial-fascismo português, em 1945, 1962 e 1970. Jovens e estudantes do concelho estiveram sempre na vanguarda das grandes causas, seja na luta pela independência nacional, ora na luta pela liberdade e democracia.

Santa Catarina é, ainda, a terra de Norberto Tavares, uma das maiores referências da música caboverdiana, e de António Mascarenhas Monteiro, o segundo Presidente da República de Cabo Verde (o primeiro eleito democraticamente).

Durante vários anos votado ao esquecimento pelos poderes públicos, particularmente pelo poder central, Santa Catarina regista atualmente um forte processo de progresso e de desenvolvimento, com a requalificação de Assomada e de várias localidades do concelho, seja no domínio do desencravamento, da eletrificação, da recuperação de habitações e na mobilização de recursos para a área social. 

 

-- 

 

Com as melhores saudações,

António Alte Pinho

(+238) 921 35 17 | (+238) 938 45 59

 

© www.anmcv.com - 2010
Dom DigitalProduzido por Dom Digital.
Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.